terça-feira, 25 de novembro de 2014

História pernambucana em debate na Livraria Cultura nesta terça (25), com entrada franca



Os principais fatos da história pernambucana nos séculos 16 e 17 serão debatidos pelo escritor e jornalista Paulo Santos de Oliveira e o historiador José Luciano Cerqueira na próxima terça-feira (25), às 19h, na Livraria Cultura do Paço Alfândega, no Bairro do Recife. O evento, aberto ao público, conta com apoio da Associação Centro Vivo e do Museu da Cidade do Recife.

Paulo e José Luciano são autores da Coleção Pernambuco Libertário, que narra os episódios dos séculos 16 e 17 sob o ponto de vista dos protagonistas da história, acompanhados de análises. Os textos são leves para atrair leitores de todas as idades. O projeto pretende ajudar na popularização da história pernambucana. O objetivo é tornar personagens como Gervásio Pires, Cruz Cabugá e o Padre Roma, por exemplo, vivas recordações. As três publicações da coleção têm 19,5 x 21 cm e cerca de 60 páginas.

O primeiro livro, intitulado “A guerra velha contra Holanda”, traz a passagem dos holandeses pelo Estado, na primeira das suas etapas: a resistência luso-brasileira, de 1630 a 1637. Quem descreve são os portugueses Matias e Duarte de Albuquerque, o napolitano João Vicente Bagnuolo, o polonês Cristovão Arciszewski e do brasileiro Calabar.

A segunda é "No tempo de Maurício", que trata do governo de João Maurício de Nassau no Recife, mostrando as inovações na política e na arte, fundando a Mauriceia, mas também a forma com que foi o maior traficante de escravos no mundo. Esses fatos são reconstituídos sob a ótica do próprio Nassau, do seu secretário, o judeu Gaspar Dias, do índio Felipe Camarão e do frade cronista Manoel Calado do Salvador.

"A Restauração Pernambucana", terceiro livro, aborda a guerra de expulsão dos flamengos, travada pelos pernambucanos em nome da pátria portuguesa e da religião católica e movida pelos interesses econômicos e políticos dos senhores de engenhos. A narração é segundo as visões do negociante João Fernandes Vieira, do militar e político André Vidal de Negreiros, do valente soldado Henrique Dias, do general alemão Von Schkoppe e de Ana Paes.

A coleção tem produção da Associação Centro Vivo Recife, do Museu da Cidade do Recife e da Associação dos Amigos do Museu, com apoio da Embaixada do Reino dos Países Baixos no Brasil. Mais informações sobre o projeto no site www.pelibertario.com.br.

Serviço:
História de Pernambuco em debate
Terça-feira, às 19h, na Livraria do Paço Alfândega
Entrada gratuita
Mais informações no site: www.pelibertario.com.br

Orquestra Sinfônica do Recife realiza penúltimo concerto de 2014



Fotos: Andréa Rêgo Barros/PCR
Apresentação acontece na próxima quarta-feira (26), no Teatro de Santa Isabel e traz peças de Beethoven, Bach e Vivaldi 
Para você que é admirador dos compositores Beethoven, Vivaldi e Bach o concerto que a Orquestra Sinfônica do Recife realiza na próxima quarta-feira, dia 26, é programa obrigatório. Nesta penúltima apresentação da Temporada Oficial 2014, o maestro Marlos Nobre apresenta, junto com os 82 músicos que compõem a OSR, um repertório composto por obras desses artistas consagrados. O concerto começa às 20h, no Teatro de Santa Isabel, no Recife, com entrada gratuita.

A noite vai convidar o público a um passeio musical que vai do pré-barroco, passando pelo barroco, e por aquilo que é considerado o embrião do período romântico da música universal. O maestro Marlos Nobre abre a apresentação com a execução da Sinfonia nº 8, em Fa maior, Opus 93, de Ludwig Van Beethoven, dentro da série de execuções do Ciclo das Nove Sinfonias do compositor.

Logo em seguida, será a vez do belíssimo Concerto para Quatro Violinos e Cordas, de Antonio Vivaldi, que terá como solistas os músicos Emmanoel de Carvalho, Antônio dos Anjos, Diogo Vasconcelos e Karolayne Cavalcante. Depois de navegar na doçura de Vivaldi, será a vez do público conferir o Concerto para Dois Violinos e Cordas, de J.S. Bach, tendo como solistas Antônio dos Anjos e Andressa d`Avila, spalla e concertino da OSR, respectivamente.

A entrada para o 8º Concerto Oficial da Orquestra Sinfônica do Recife é gratuita, mas o público deve retirar seu ingresso na bilheteria do Teatro de Santa Isabel, no bairro de Santo Antônio, a partir das 19h.

Serviço:
8º Concerto Oficial da Temporada 2014 da Orquestra Sinfônica do Recife
26 de novembro
20h
Teatro de Santa Isabel, Praça da República, s/n - Bairro de Santo Antônio
Entrada gratuita
Ingressos devem ser retirados na bilheteria do teatro a partir das 19h
Informações: 3355.3322 / 3324

Realidades Distópicas em debate no Cineclube Amoeda Digital




Nesta terça (25), o Cineclube Amoeda Digital convida o público a refletir sobre o surdo caos do cotidiano com a exibição do longa-metragem Canções do Segundo Andar (2000), dirigido pelo sueco Roy Andersson. Antes, será exibido o curta-metragem Muro (2008), do realizador Tião que estará presente para uma conversa com o público. A sessão começa às 20h, no Bar Teatro Mamulengo, na Praça do Arsenal, com entrada gratuita. 

Em Canções do Segundo Andar, uma série de estranhos incidentes acontece em uma cidade, como fragmentos que se alternam entre a comédia e o drama. E Kalle é um dos poucos que consegue ver além das aparências. Gradualmente ele toma a consciência do absurdo em que o mundo se transformou e percebe como é difícil se comportar como um ser humano. Em tom cínico, o filme é permeado pela frase do poeta peruano César Vallejo que diz: “amado seja aquele que senta”.

Serviço:
Cineclube Amoeda Digital exibe “Canções do Segundo Andar” e “Muro”
Bar Teatro Mamulengo - Praça do Arsenal, s/n. Recife Antigo
25 de novembro
20h
Entrada gratuita
Mais informações:
amoedadigital@gmail.com